segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Vai construir?

Olá, pessoal!

Tudo bem?

Depois de um tempinho, estou de volta, com a vida repleta de novidades: minha filha Olivia chegou, e enfim vamos começar a construir a nossa tão sonhada casa.

Como designer de interiores, vi de perto a importância de alinharmos o projeto arquitetônico e o projeto de design de interiores desde o início.

A dica para quem pretende construir é definir exatamente como deseja o seu lar antes de começar o projeto arquitetônico, isso faz com que além de conseguir imprimir o seu estilo `a sua morada, você economiza tempo e evita desperdícios. Por exemplo, definir o mobiliário, a posição deles no ambiente, e portanto definir pontos de energia elétrica, posicionamento do ar condicionado, piso, porque o mesmo piso pode dar um efeito diferente dependendo da paginação, faz com que o projeto arquitetônico seja pensado dentro das suas necessidades...

Um exemplo simples é: aquela tão sonhada mesa retangular com várias poltronas pode não caber em ambiente, e você tenha que mudar de idéia e ter uma mesa quadrada para 8 lugares. Talvez isso não seja importante para uns, mas pode frustrar um cliente, entende?

Confesso que uma das maiores dificuldades é definir os materiais dentro de um universo gigantesco e repleto de novidades. O importante é definir o quanto vai investir e onde você terá que economizar para priorizar aquilo que tanto deseja ter na sua casa.

Optamos por comprar um terreno com um certo desnível por dois motivos, o primeiro porque o valor era mais interessante do que o terreno plano no mesmo condomínio, e o projeto em um terreno com desnível pode ser muito interessante! No final das contas, acho que fizemos a escolha certa, porque nosso projeto ficou bem legal, e o mais importante: com a nossa "cara"!!!

O início é sempre mais chatinho, porque envolve a parte burocrática, e o nosso país é bom nisso, não é mesmo?

Espero dar dicas legais para quem pensa em construir a sua casa, ou para quem já está nesse processo, e quem sabe inspirar outras pessoas...!

O fato é que estou feliz e vou aos poucos compartilhando aqui as nossas escolhas (minha, do meu marido, do meu filho de 5 anos que definiu a posição do quarto dele, e como a minha pequena tem apenas 2 meses, vou sonhar por ela!!!)

Beijos com saudade!

Mônica